Lidando com a ansiedade

 

“Uma mulher de espírito manso e tranquilo não surge naturalmente. É um dom de Deus. À medida que uma mulher amadurece como Cristã, ela contenderá cada vez menos com Deus e será cada vez mais contente e grata por sua vida e circunstâncias.” (Marta Peace)

O mundo moderno é um mundo apressado. As pessoas correm de um lado para o outro em busca de realizações profissionais, pessoais, de reconhecimento e sucesso. Parece não sobrar tempo e espaço para as coisas que outrora eram importantes, como uma boa conversa na hora do café, um passeio no fim da tarde, a companhia de quem se ama. Surge então um novo conceito de mulher bem sucedida, e ela está íntima e diretamente (senão exclusivamente) relacionada ao âmbito profissional. Uma mulher que não se destaca profissionalmente, que não se dedica de corpo e alma a uma carreira, fatalmente será taxada de fracassada. Existe também a pressão do estereótipo físico: vivemos a era “fitness”; a mídia e as redes sociais despejam continuamente em nosso colo, o conceito adquirido do que é uma “mulher bonita”.

Essa pressão existe e é diariamente vivenciada por jovens, que estão no início da vida e já sofrem com toda a ansiedade e angústia à cerca do seu futuro, sem saber ainda organizar o próprio presente. Toda essa pressão se revela ainda mais cruel na vida de uma mulher conservadora, que sonha em ser mãe, esposa e dona de casa. Esta se vê num dilema emocional, numa luta interior, sobre como conseguir assumir todas estas posições, sem falhar em nenhuma. As garotas se questionam: “O que deve ser prioridade? Será que eu vou conseguir conciliar tudo isso? Será que eu vou conseguir o emprego dos sonhos quando terminar a faculdade? Será que vou ter um casamento feliz? E quando eu tiver filhos, como vai ser?” Essas meninas não conseguem mais desfrutar plenamente da fase em que estão vivendo, pois já estão com a mente anos à frente. Escutam o tempo todo que o mercado está saturado, que não há emprego, que é preciso se destacar e ser sempre o melhor, etc. Estes pensamentos roubam a tranquilidade e nos impedem de ver as coisas como realmente são.

Aquela que já é esposa, dona de casa e mãe, vive num verdadeiro malabarismo para conseguir lidar com tudo isso e ainda se destacar profissionalmente. Esta se desdobra em várias, para cumprir com toda a demanda que a sociedade impôs sobre ela, para alcançar aquilo que dizem ser o sucesso. Reparte seu tempo e esforço entre: família, afazeres domésticos, criação dos filhos, trabalho, estudo, cuidados com o corpo. No geral, não lhes sobra tempo (e nem disposição), para o lazer, um passeio, ler um bom livro, brincar com os filhos, curtir o marido, e o pior, não lhes sobra tempo para Deus. Ao fim do dia, esta mulher já está cansada, sentindo todo o peso da responsabilidade nos ombros, e ainda preocupada com o dia seguinte. Preocupa-se com a promoção que não sai, com o mestrado, com as finanças, e sim… até com os quilinhos a mais.

Esse quadro tem feito com que muitas garotas convivam com a ansiedade e com o medo de não conseguir. Isso tudo contribui para que mulheres tenham, no fundo, uma sensação de fracasso, inquietação, descontentamento, impotência e frustração, ainda que aparentemente sejam mulheres bem sucedidas.

Mas o que é verdadeiramente sucesso? Para um Cristão, sucesso não é a conquista daquilo que a sociedade impõe e nem é a consumação de suas próprias vontades. Para um Cristão genuíno, ter sucesso é encontrar-se em harmonia, e não em contenda, com aquilo que é a vontade do Criador em sua vida. É possuir contentamento de coração e segurança, por saber que todas as coisas são providas por Ele. Quando aprendemos a colocar Deus em primeiro lugar, as outras coisas se encaixam com toda naturalidade.

“Mateus 6:33 Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”   

A mulher cristã deve se lembrar que o que realmente importa, é o que Deus requer de nós, e não as pessoas. Muitas vezes nos importamos muito mais com o que dirão de nós, do que com aquilo que o Pai sabe a nosso respeito. Muitas vezes lutamos (inutilmente) contra a vontade Dele, que é soberana, e nos debatemos pensando saber o que é melhor para nós. Sacrificamos toda a nossa saúde emocional, na busca insensata por uma felicidade e uma realização, que só pode ser encontrada nos braços do Pai. Essa ansiedade é realmente inútil, tendo em vista que Ele tem nossos dias contados e determinados, como diz o Salmo 139:

Salmos 139: “1 Senhor, tu me sondas, e me conheces.  2 Tu conheces o meu sentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento.   3 Esquadrinhas o meu andar, e o meu deitar, e conheces todos os meus caminhos. 16 Os teus olhos viram a minha substância ainda informe, e no teu livro foram escritos os dias, sim, todos os dias que foram ordenados para mim, quando ainda não havia nem um deles.”   

Deus nos ensina que essa ansiedade é vã, e de nada aproveita:

Mateus 6:27 “Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura?” 

Tiago 4: “13 Eia agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã iremos a tal cidade, lá passaremos um ano, negociaremos e ganharemos.14 No entanto, não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois um vapor que aparece por um pouco, e logo se desvanece.”   

Na medida em que amadurecemos como cristãs e vamos aprendendo mais à cerca de Deus e da Sua palavra, adquirimos a tranquilidade para viver um dia de cada vez, a partir do exercício diário da nossa fé. O nosso espírito vai sendo moldado e aperfeiçoado, de forma que experimentamos a paz que só Deus pode nos dar.

A garota cristã não deve se afligir por conceitos seculares, nem se entristecer por não satisfazer às expectativas das outras pessoas. A mulher que se dedica ao lar, ao esposo, à criação dos filhos, dando a estas coisas mais valor e importância do que às outras, invariavelmente será criticada por não se encaixar nos padrões modernos. Mas que importância isso tem? Quantas mulheres alcançam o topo de suas carreiras, mas não têm, ao fim do dia, o prazer em voltar pra casa? Muitas destas mulheres atingem seus objetivos profissionais, e acumulam coisas, sem, contudo, acumular sentimentos, momentos felizes, sorrisos sinceros e abraços aconchegantes.

“A paz não habita em coisas externas, mas no coração preparado para esperar com confiança e silenciosamente nEle, que tem todas as coisas de forma segura em Suas mãos” (Elizabeth Elliot)

Não quero aqui, de forma alguma, dizer que a vida profissional é sem importância, ou que a mulher não deve se preocupar em crescer profissionalmente. Todas estas coisas são sim, muito importantes. Vivemos tempos difíceis e estabilidade é fundamental. O que espero que compreendam, é que essas coisas possuem papel secundário, quando colocadas na balança com a nossa saúde espiritual, nosso relacionamento com Deus, e a harmonia do nosso lar e da nossa família. O que precisa ficar entendido, é que devemos lutar pelos nossos objetivos, afinal, nada cai do céu; mas não devemos viver obcecadas pelas exigências da sociedade, escravas daquilo que esperam que sejamos. Não pense que o tempo que você dedica a Deus, ao seu lar, ao seu esposo, aos seus filhos, é um tempo perdido. Não pense que estas coisas atrasam o seu sucesso. Entenda que toda a realização que você busca será alcançada a partir da sua dedicação, e da sua fé em Cristo.

Romanos 8:28 “E sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” 

Quando vivemos uma vida de dedicação a Deus, uma vida de abnegação e de entrega, somos capazes de testemunhar o cuidado Dele sobre as nossas vidas. Vivenciamos o fato de que tudo está no controle de Deus, e que Ele tem o melhor para nós:

Isaías 64:4 “Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de ti, que opera a favor daquele que por ele espera.”   

É preciso fazer nossa parte, mas principalmente buscar em oração aquilo que almejamos. Saber esperar o tempo de Deus é uma virtude que nos poupa de muito sofrimento. A inquietude de espírito rouba nossa paz e nos impede de viver o momento, de aproveitar o hoje.

“Um espírito inquieto e resistente nunca pode esperar, mas aquele que acredita que é amado com um amor eterno, e sabe que por baixo estão os braços eternos, vai encontrar força e paz.” (Elizabeth Elliot)

Moça, você sabe que é filha de um Deus vivo, soberano e rico em amor. Não se inquiete e nem se amargure pelas coisas deste mundo, mas tenha a certeza que Deus cuida de todos os detalhes, e prepara todas as coisas para aqueles que Nele esperam. Não se desespere pela falta de coisas que ainda não tem, pois Deus é que sabe do que precisamos.

Provérbios 3: “5 Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. 6 Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. 7 Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal. 8 Isso será saúde para a tua carne; e refrigério para os teus ossos.  

 “…Livra nossas almas da tensão e do estresse, e que nosso viver ordenado manifeste a beleza da tua paz” (J. Greenleaf)

Viva uma vida de testemunho. Que as pessoas possam enxergar em você a quietude, a tranquilidade e a paz proporcionada por Cristo. Não se deixe influenciar pelos princípios, convicções e juízos humanos, mas lembre-se de que importa viver de forma a agradar a Deus. Busque a paz no único que pode concedê-la. Busque harmonia nos braços daquele que deu a vida por você. Se sonha em um dia poder cuidar do seu lar com tranquilidade, em ter um casamento feliz e em poder dedicar-se aos seus filhos, peça isso a Deus, busque em oração desde já, e não se preocupe com as críticas que certamente virão, afinal, estamos neste mundo, mas não somos daqui.

I Pedro 5: “6 Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte; 7 lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” 

Marlene Notelio de Morais

Anúncios

Um comentário sobre “Lidando com a ansiedade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s