Namoro Cristão: propósito, direção e… sexo?

– Moça, a castidade pré-nupcial não é a exigência de um Deus machista para as mulheres que o temem… É a ordenança de um Deus amoroso, dirigida a todos, homem e mulher, que desejam viver uma vida em santificação. –

Uma das maiores dificuldades de jovens Cristãos está ligada à sua vida sentimental. A chegada da juventude quase sempre vem acompanhada da ansiedade à cerca da vida amorosa, uma ansiedade muitas vezes influenciada pela pressão dos conceitos e visões seculares. Fato é que os jovens se envolvem cada vez mais cedo em relacionamentos, sem que ainda tenham maturidade para entender como deve ser o namoro à luz das escrituras. Observa-se também uma falta de objetividade e propósito nestes relacionamentos, como se o namoro fosse apenas um passatempo.

É preciso entender, que independente da postura que o restante do mundo adota, uma moça Cristã deve namorar com um único, bem definido e exclusivo propósito: o matrimônio. É esse o conceito que deve nortear a sua vida sentimental, de que namorando alguém, você já terá dado o primeiro passo rumo ao casamento. É claro que o namoro pode não dar certo e ninguém deve se submeter a um casamento sem que esteja certo disso. Porém, não se deve iniciar um namoro sem que haja a intenção clara, um desejo intenso e sincero, de que ele culmine no enlace matrimonial. É triste constatar que existem moças tão novas e já desiludidas por questões amorosas. Moças que mal começaram a viver, e já estão sofrendo por causa de relacionamentos. Já experimentaram decepções que poderiam ter sido facilmente evitadas, se tivessem agido com um pouco mais de cautela.

Quando é a hora de namorar?

Não existe uma idade ou um momento ideal. O que deve haver é a consciência do que é necessário antes de iniciar um namoro.

Vida espiritual

A primeira preocupação na vida de qualquer Cristão deve ser com a sua vida espiritual. Como é o seu relacionamento com Deus? Você já compreendeu o propósito do evangelho? Você pode dizer, sem dúvida, que é verdadeiramente Cristã? Ou você só frequenta a igreja e vive uma religião por que foi ensinada assim? Se você ainda não tem essas respostas, ou se elas não estão de acordo com a bíblia, e o desejo do seu coração é agradar a Deus, então ainda não é a hora de namorar. Isso porque a vida de um Cristão é totalmente baseada na palavra de Deus. Todas as decisões, a forma de enxergar as coisas, os objetivos, as escolhas, tudo isso, de uma forma muito natural e espontânea, passa pelo crivo do evangelho. Um Cristão tem a Cristo como Senhor de sua vida, e a bíblia como sua única regra de fé e prática. Então é preciso ter uma vida espiritual sólida, bem firmada na verdade do evangelho, para que você não seja levada a se distanciar dela por influência de quem quer que seja. O trono do seu coração deve pertencer à Deus. Depois disso, você poderá preencher os outros espaços com um amor.

Mateus 6:33 “buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”

Vida profissional

Os objetivos profissionais vêm logo em seguida. Todos nós estamos sujeitos a mudar de ideia, à indecisão quanto a que profissão seguir, às incertezas do mercado de trabalho, etc., e você não tem necessariamente que estar com a “vida pronta” para namorar. Mas é necessário que haja objetivo, pelo menos um norte, um plano a seguir. Você deseja ter uma profissão, ou anseia viver como dona de casa, se dedicando exclusivamente a cuidar do lar e da família? Você tem intenção de cursar uma faculdade? Você sonha em estudar no exterior? Onde você espera estar, profissionalmente, daqui a cinco anos? Caso esteja nos seus planos ter uma profissão e trabalhar fora, você precisa pelo menos estar caminhando em direção a isso. É preciso ter esses objetivos em mente, pois farão muita diferença na hora de iniciar um namoro, que pode significar (e tomara que signifique) escolher seu futuro esposo.

Maturidade

A maturidade é indispensável. Maturidade para identificar o parceiro ideal, para avaliar as circunstâncias, e também, maturidade emocional. É necessário que se tenha um conhecimento pleno de quem você é, e do que você espera em outra pessoa. Caso você ignore a importância desse autoconhecimento, estará sujeita a se submeter a uma experiência negativa e frustrante no namoro.

Aprovação dos Pais

Moça, não me leve a mal. Infelizmente vivemos em mundo em que os valores estão sendo deixados de lado, mas se você é Cristã, vai me compreender: honre e obedeça aos seus pais. Deus nos deixou esse mandamento, e ele tem muito valor. Saiba que o conselho de uma mãe amorosa, pode te poupar de muitas coisas ruins. Entenda que seus pais têm experiência, têm um conhecimento da vida que você ainda não tem. Eles buscam seu bem-estar, sua felicidade, e Deus os capacitou a cuidarem de você. Desde que você veio ao mundo, eles fazem sacrifícios, e dedicam todos os esforços para garantir o melhor para sua vida. Eles são dignos da sua confiança e obediência. Se você ainda vive sob o mesmo teto e ainda depende financeiramente deles, é também uma questão de bom senso. Se seus pais não aprovam a relação com determinada pessoa, ou acreditam que ainda não é o momento de você iniciar um namoro, ouça o que a experiência deles diz, muito provavelmente, eles têm razão. Dificilmente a resistência deles com a sua propensa relação será fruto de ciúmes, ou de uma implicância infundada. Não estou dizendo que seus pais são perfeitos e nunca vão errar, mas a probabilidade de que eles estejam certos, é muito grande. Portanto, dialogue e ouça o que eles têm a dizer.

Efésios 6:1-3 1 Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. 2 Honra a teu pai e a tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa), 3 para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra. 

Como deve ser o pretendente ideal?

Se o namoro é a preparação para o casamento, um pretendente precisa ter os atributos para tal. A bíblia ensina em Efésios 5 que o homem deve amar a sua esposa como Cristo amou a igreja, dando a vida por ela se necessário. Este rapaz precisa demonstrar capacidade para isso. Namorar alguém imaturo espiritualmente fará com que você tenha que ensinar e explicar a ele coisas básicas a cerca de ser Cristão. Não é dever seu educá-lo, nem nesse sentido e nem em outros. Obviamente, sempre que nos relacionamos, aprendemos algo novo, crescemos um com o outro. Mas alguém pronto para assumir um relacionamento, precisa demonstrar que possui o entendimento básico e essencial, precisa demonstrar que não é um menino em corpo adulto. Precisa ser alguém dedicado ao estudo da palavra, alguém que demonstre interesse pelas coisas de Deus. O homem com quem você se casará precisa ser alguém capaz de, com o seu auxílio, educar os filhos nos ensinamentos bíblicos. Isso é muito sério! Moça, se você quer um lar cristão, não ignore isso. Alguém que não leva Deus a sério hoje, pode não levar nunca.

Efésios 6:4 “E vós, pais, não provoqueis à ira vossos filhos, mas criai-os na disciplina e admoestação do Senhor”. 

Vencido o questionamento à cerca da vida cristã, seguem os outros questionamentos. Não existe ninguém perfeito. Você também não é. Todos nós temos nossos defeitos e dificuldades, isso é natural. Porém, existem virtudes que são indispensáveis, das quais não devemos abrir mão. Respeito, força de vontade para vencer na vida, disposição para o trabalho, decência. Estas são algumas das virtudes inegociáveis. Não baseie sua escolha em características fúteis, como beleza, riqueza, etc.. Os valores que realmente importam, são os que prevalecerão para o resto da vida.

Ninguém é igual a ninguém. Surgirão muitas divergências de opinião, de ponto de vista, etc. O importante é que você esteja disposta e preparada para lidar com isso, e que tais divergências não se deem em questões primordiais, que sejam de suma importância. Os objetivos do casal precisam estar alinhados. Um rapaz que deseje ter uma esposa que seja exclusivamente dona de casa, não é o ideal para uma moça que queira cursar uma faculdade e ter uma profissão, por exemplo. E se você sonha em ser mãe, e ele diz abertamente que nunca quer ter filhos? É preciso saber certas coisas antes de iniciar o namoro. Não se trata aqui de o homem impor a sua vontade na vida da mulher, ou vice-versa, mas sim, de saber escolher alguém com quem haja compatibilidade, que tenha a mesma visão de mundo. Do contrário, esse casal estará procurando pelo problema. Não é aconselhável se relacionar com uma pessoa esperando que ela mude suas opiniões, seus gostos e seus sonhos, pois isso raramente acontece. Cada pessoa é única, e não há ser humano capaz de mudar a essência de ninguém. Não vale a pena iniciar um namoro, cujo objetivo é o casamento, sabendo que discordam totalmente num assunto que é muito importante. Escolher alguém com pensamentos semelhantes, que esteja de acordo pelo menos nas questões essenciais, evitará muitos dissabores.

Amós 3:3 “Acaso andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?” 

Como deve ser um namoro Cristão? E o sexo, pode?

O namoro é o momento de o casal buscar o conhecimento a cerca um do outro, de verificar o que têm e o que não têm em comum, de falar dos planos, dos objetivos, etc. É o momento de dividir seu conhecimento à cerca das coisas de Deus, de crescerem espiritualmente com o auxílio um do outro. É também uma relação muito sadia, em que ambos compartilham de bons momentos juntos, de diversão e de uma amizade diferenciada.

Mas apesar de ser a preparação para o matrimônio, o namoro não é um “treino” pra ele. Moça, o sexo antes do casamento não é correto biblicamente. A relação sexual é algo que Deus criou exclusivamente para marido e mulher. Trata-se de uma aliança que é feita com o cônjuge. É o momento em que dois se tornam uma só carne, e prometem que o serão para sempre. É algo reservado para o casamento.

I Coríntios 7:2 “ mas, por causa da prostituição, tenha cada homem sua própria mulher e cada mulher seu próprio marido”.

I Coríntios 7:9 “Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.”

Nesse ponto pode surgir o questionamento: mas e os casamentos que também acabam? Eles acabam por causa da imperfeição humana, o plano de Deus é que um matrimônio só termine com a morte. Se uma pessoa busca viver de forma que agrade a Deus, saberá entender os planos Dele, e fará todo esforço para cumprir sua vontade.

Mateus 19:4-6  “4 Respondeu-lhe Jesus: Não tendes lido que o Criador os fez desde o princípio homem e mulher,   5 e que ordenou: Por isso deixará o homem pai e mãe, e unir-se-á a sua mulher; e serão os dois uma só carne?  6 Assim já não são mais dois, mas uma só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem.” 

Lembre-se que o Cristão, apesar de ser um pecador, vive em busca da santificação, que é a separação do pecado, das coisas que desagradam ao nosso Deus.  Lembre-se também de que nosso corpo é templo do Espírito Santo, e precisa ser preservado.

I Coríntios 6:18-20 “ 18 Fugi da prostituição. Qualquer outro pecado que o homem comete, é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. 19 Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual possuís da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? 20 Porque fostes comprados por preço; glorificai pois a Deus no vosso corpo.”

1 Tessalonicenses 4:3-5 “3 Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição, 4 que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santidade e honra, 5 não na paixão da concupiscência, como os gentios que não conhecem a Deus;” 

 Como resistir?

Não é fácil. Isso ninguém pode negar. Mas existem formas de evitar que a intimidade aumente a ponto de tornar-se mais difícil do que já é. Antes de qualquer coisa, o rapaz com quem você vai namorar, precisa ter consciência de que não haverá relação sexual. Isso tem que ser conversado antes de oficializarem um namoro. Ele precisa saber e estar de acordo. Será que ele está disposto a isso? Moça, a castidade pré-nupcial não é a exigência de um Deus machista para as mulheres que o temem… É a ordenança de um Deus amoroso, dirigida a todos, homem e mulher, que desejam viver uma vida em santificação. Um rapaz temente a Deus saberá disso, e não será nem necessário que você explique a ele. Vocês precisam estar em constante santificação, se consagrando e consagrando a relação de vocês a Deus. É o Espírito Santo quem nos capacita a resistir ao pecado. A consagração (oração, jejum, leitura da palavra), é uma das armas que Deus nos deu. Busquem a Deus juntos, façam isso em harmonia. Roguem ao pai que os livre de cair em tal situação. Além disso, é preciso evitar que a intimidade se eleve. Não sejam levianos agindo como se o proibido fosse a consumação do sexo em si, e que avanços sexuais não representam um problema. Vocês estariam sendo falsos com vocês mesmos.

Hebreus 2:18 “Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados.” 

I Coríntios 10:13 “Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar”.   

Talvez, inicialmente seu namorado diga que se manterá casto, mas depois de um tempo invista em tentativas. Você não deve permitir isso, menina. A sua vontade tem que ser respeitada. Se ele não pode lidar com isso, então que terminem. Não se submeta a algo que não quer, por medo de perder o “príncipe”. Um “príncipe” de verdade, vai te respeitar, vai respeitar seu corpo, seus limites, sua vontade. Se ele não te respeita, ele não serve para ser seu esposo, então este namoro não tem sentido. Não aceite pressão de modo algum. Se ele te ama, e mais, se ele ama a Deus, vai esperar pelo momento certo, para que tenham um casamento segundo a vontade de Dele.

“Hebreus 12:14 Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor,”   

Nem preciso dizer para não se importar com os ditames do mundo, não é? “Todas as minhas amigas já perderam a virgindade”. E daí? Como é o clichê das mães, você não é todo mundo. O que vale para seus amigos não tem que valer pra você. Não se preocupe por ser diferente, isso não é problema algum. Valorize-se, valorize seu futuro marido. Honrem-se, respeitem-se. Orem desde já para que a união de vocês seja abençoada por Deus, para que tenham um lar firmado em Cristo.

Moça, sei que todos nós somos falhos. Quando existe paixão, o desejo é inevitável, e conforme a intimidade aumenta, o sexo é um grande risco. Como é difícil se manter afastada do pecado! Talvez você já tenha dado este passo, ainda que não fosse esse o plano de vocês. Talvez vocês tenham realmente tentado agir de maneira diferente, mas falharam. Não estamos aqui para julgá-la, ou condená-la. Lembre-se que nosso Deus é perdoador, e que Cristo morreu na cruz pelos nossos pecados. Nunca é tarde para se reconciliar, para se arrepender e endireitar seus caminhos. Você não deixou de ser uma garota de valor por causa disso. É necessário, no entanto, se corrigir: admitir para Deus a sua fraqueza, o seu pecado. Pedir o Seu perdão, e suplicar que Ele te ajude a não errar novamente. Jesus Cristo, nosso Salvador, nos amou com profundo amor. Lembra-se do perdão que Ele demonstrou aos pecadores que se arrependeram de suas falhas? Não sofra com isso. Recomece. Se perdoe também. Às vezes, iremos errar.

Salmos 73:26 “A minha carne e o meu coração desfalecem; do meu coração, porém, Deus é a fortaleza, e o meu quinhão para sempre.”   

Só não se acostume com o erro, e nem se conforme com ele, pois isso não é prática de um verdadeiro Cristão. Nós lutamos diariamente contra a impureza, através da ação do Espírito Santo, que é quem nos convence do pecado, da justiça e do juízo.

I João 3:6,9 “6 Todo o que permanece nele não vive pecando; todo o que vive pecando não o viu nem o conhece. 9 Aquele que é nascido de Deus não peca habitualmente; porque a semente de Deus permanece nele, e não pode continuar no pecado, porque é nascido de Deus”.  

Mais uma coisa: Se essa relação gerou vida, sejam responsáveis pelos seus atos. Você não planejou uma gravidez, mas assumiu o risco e a possibilidade. Então seja madura para lidar com isso. Não pense que sua vida estará acabada. Um filho é sempre uma bênção, lembre-se disso.

Se você já tem namorado, ou pretende começar um namoro, espero que esses conselhos te possam ser úteis. Se ainda não tem namorado, e nem pretendente, meu conselho é: curta sua solteirice. Aproveite para dedicar tempo às amizades, para se conhecer melhor, para se dedicar ao máximo aos estudos, para curtir seus pais. Depois que começamos a namorar, tudo passa muito rápido e nem nos damos conta. Todas as fases têm o seu encanto, é preciso aproveitar cada uma delas. Mas faça isso em conformidade com a palavra de Deus.

Se você está ansiosa para encontrar o amor, não fique, menina. Não se desespere a ponto de aceitar namorar alguém de quem não goste, ou alguém que não seja digno de você, simplesmente para dar uma satisfação às suas “amigas”, para mudar seu status no Facebook, ou para ter companhia. Acalme seu coração na certeza de que chegará a hora certa para tudo… Tudo nessa vida passa. Saiba aguardar o tempo de Deus.

Busque a Cristo em primeiro lugar. Peça a Ele que te dê um espírito manso e tranquilo. Peça que te ensine, desde já, a ser a esposa que seu marido precisa, e que Ele prepare um homem segundo a vontade Dele, para ser o esposo que você precisa. Ore desde já pelo seu lar, pela família linda que você terá. Pelos filhos que virão. Ore pelo seu futuro.

Não se esqueça de quem você é, e de onde está firmada. Não negocie seus valores, não abra mão dos seus princípios. Você é uma joia preciosa, de valor inestimável. Brilhe nesse mundo que está em trevas, irradie pureza, transborde a segurança e a paz que Deus produz em você.  Moça, assuma seu papel de filha do Rei. Moça, você é uma princesa.

Romanos 12:2 “E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”  

Marlene Notelio de Morais

Anúncios

5 comentários sobre “Namoro Cristão: propósito, direção e… sexo?

  1. Marlene, muito bom seu texto. Espero as pessoas deixem a preguiça de lado e o leiam. Continue nessa linha. Você tem ajudado muitos pais na educação dos filhos. Abraços. Te amo.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Milena, muito obrigada, fico feliz que tenha gostado, continue seguindo nosso blog! Amém, Deus abençoe você também, abraços.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s