Modéstia e moderação: virtudes de uma garota Cristã

-Se vestir e portar com modéstia não são fardos que ela carrega, mas um anúncio sincero do que ela é. Essa moça tem prazer em exalar feminilidade através de um comportamento delicado, sóbrio e doce. O modo de se vestir é uma expressão da sua liberdade.-

A calêndula, também conhecida como malmequer, é uma planta que possui flores pequenas cuja coloração varia entre os tons de amarelo e alaranjado. Em algumas culturas, tem um simbolismo bem negativo: ela pode representar o medo, o sofrimento, a crueldade, o desespero, o pesar. Por ser utilizada em funerais ela também ficou conhecida como cravo de defunto. Ao contrário das crenças populares à cerca da sua negatividade, esta flor é muito utilizada na indústria farmacêutica e de cosméticos, por possuir propriedades cicatrizantes, antissépticas, anti-inflamatórias, analgésicas e muitas outras. Até na culinária ela faz sucesso. Além disso, apesar de não ser imponente como outras flores, ela possui uma beleza peculiar e encantadora.

images-3

Como uma flor de calêndula, é a mulher Cristã no mundo moderno. A sociedade crítica, a partir da inversão de valores estabelecida, entende que essa mulher representa o retrocesso, algo negativo para uma era em que a maioria diz se libertar de supostas amarras; No entanto, muito ela tem a oferecer. Com sua serenidade e singeleza, é como um calmante para uma vida tão agitada. Com doçura e empatia, vive a cicatrizar as feridas de um mundo marcado pela depravação. Com sua beleza simples e radiante, emoldurada por um trajar elegante, porém sóbrio, ela agracia o jardim em que está plantada.

A calêndula, apesar de atingir em média apenas sessenta centímetros de altura, possui flores duráveis. Assim como ela, a mulher cristã apresenta relações e sentimentos duráveis e concretos. Busca uma rotina que muitos rejeitam por acharem tediosa, mas que quando resultante de decisões bem pensadas, se torna emocionante e feliz. Busca um relacionamento com o parceiro ideal, com quem será uma só carne para o resto da vida. Ela não entrega seu corpo e seu coração à qualquer um, mas àquele que se mostra digno de tal entrega.

“Provérbios: 31. 29. Muitas mulheres têm procedido virtuosamente, mas tu a todas sobrepujas.”

As flores da calêndula se sustentam por uma haste ereta e firme; a mulher conservadora não se curva diante da imposição da sociedade e da mídia, que gritam o tempo todo que ela deve ser diferente, que ela deve “abrir a cabeça”. Ela também está firmada em seus princípios, e o seu comportamento está arraigado em seus valores, dos quais não abre mão.

A forma como esta mulher se veste e se produz, não é chamativa como as vestimentas de outras mulheres. Suas vestes não destacam o corpo, não exibem o suficiente para despertar o desejo e não são sensuais. Assim, ela não atrai muitos olhares. Entretanto, como uma flor menos imponente, porém valiosa, ela desperta os olhares dos observadores. Daqueles que buscam algo além do físico e que também querem aportar de vez em uma relação que dure para sempre, ao invés de se aventurar em relações passageiras. Para o relacionamento amoroso, ela despertará a curiosidade de um homem que esteja atento às virtudes, mais do que à aparência. Esse homem, será movido pelo questionamento à cerca da postura dessa mulher. Buscará descobrir se por trás dessa modéstia ele encontrará as virtudes que anseia em sua amada (virtudes estas que devem compor também o seu próprio caráter). Em termos de convivência, ela atrairá para sua companhia pessoas que entendam e respeitem sua postura conservadora. Pessoas que não esperem que ela abra mão de seus princípios em detrimento de popularidade, de aceitação.

“Provérbios: 31. 30. Enganosa é a graça, e vã é a formosura; mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada.”

Pelo fato de exigir um solo minimamente fértil, se adaptando facilmente em vários locais, e por ser resistente ao frio, a calêndula é muito cultivada. Assim também, a mulher conservadora consegue se posicionar mesmo em meio às contrariedades do meio em que vive, por não depender da aprovação da “maioria”. Ela vivencia a exclusão, por aqueles que consideram sua postura antiquada. Ela pode não ter muitos amigos e não ser popular. Mas aqueles que se aproximam do seu coração, encontram uma amizade sincera, um amor doador e um viver altruísta.

A mulher virtuosa não o é por se vestir de forma conservadora, nem por se comportar desta ou daquela maneira. Uma falha de caráter pode muito bem ser disfarçada por um aspecto de pudor; um coração duro e sombrio pode ser facilmente escondido por trás de uma roupa comprida e um sorriso meigo. O que acontece na verdade, é que a pessoa que foi transformada por Cristo, será modificada de dentro pra fora. A mudança que Cristo promove no interior, acaba por ser refletida na aparência e nas atitudes. Isso não é algo forçado. Não é uma imposição, um dogma religioso, uma manipulação. É sim, fruto da fé que Deus produz nos corações. É algo sincero, que parte do desejo de externar aquilo que Deus modificou.

Uma mulher verdadeiramente conservadora, não é o que querem que ela seja; não é fruto de uma obrigação. Não é alguém que queira “viver de aparências”. A mulher conservadora é exatamente o que quer ser. O conservadorismo está na sua personalidade, naquilo que ela idealiza pra si. É o seu estilo de vida, é algo que norteia seus caminhos, inerente à sua personalidade.

Ser uma moça Cristã faz com que Cristo tenha papel decisivo em tudo. A forma de pensar, falar, agir, se vestir… tudo o que se é, é um reflexo da ação Dele. Porém, não é um sistema religioso que a influencia ou a obriga. Deus gera nos corações sentimentos e visões à cerca de ser mulher e do que isso representa. Uma mulher virtuosa se sente inteira e completamente livre. Se vestir e portar com modéstia não são fardos que ela carrega, mas um anúncio sincero do que ela é. Essa moça tem prazer em exalar feminilidade através de um comportamento delicado, sóbrio e doce. O modo de se vestir é uma expressão da sua liberdade. Ela não é fraca, nem manipulável, ao contrário do que possam pensar. Ela é livre em todos os sentidos. Essa liberdade é vivenciada e experimentada a partir do seu relacionamento com Deus, e do entendimento da Sua palavra. Essa mulher não é dominada por desejos, não é levada por futilidades, não é atraída por nenhuma libertinagem travestida de liberdade. Ela é consciente em suas atitudes, firme nas suas escolhas. Não é influenciada por modismos, mas tem seus pés firmados naquilo que ela realmente é. Ela é livre da escravidão do mundo e do pecado, uma liberdade que só pode ser dada por Cristo:

“João: 8. 32. e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.”

“Salmos: 119. 45. e andarei em liberdade, pois tenho buscado os teus preceitos.”

“Romanos: 6. 14. Pois o pecado não terá domínio sobre vós, porquanto não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.”

Mas por que se vestir com modéstia e se portar com moderação?

“Você está bem vestida quando sua aparência simplesmente reflete a beleza interior que Deus produz em você.”
John MacArthur

Ao contrário do que muitos pensam, as vestimentas de uma Cristã não têm que ser de mau gosto. São roupas elegantes que realçam a beleza feminina, uma beleza natural, não forçada. Deus está atento ao nosso coração, mas isso não é motivo para que uma mulher não se preocupe em estar bela. Devemos usar a nossa feminilidade também para nos vestir.

“Rute: 3. 3. Lava-te pois, unge-te, veste os teus melhores vestidos (…)”

No entanto, uma mulher que deseje agradar a Deus, se vestirá com modéstia. Toda a sensualidade deve ser guardada para o cônjuge (isso vale para o homem também), toda atração sexual que nosso corpo possa provocar em alguém, deve ser direcionada e preservada para o esposo. Nossas vestes devem refletir uma pureza sincera. Também, por outro lado, não devemos permitir que o nosso corpo, que é templo do Espírito Santo, leve outra pessoa a cometer pecado.

“1 Pedro: 3. 3. O vosso adorno não seja o enfeite exterior, como as tranças dos cabelos, o uso de jóias de ouro, ou o luxo dos vestidos, 4. mas seja o do íntimo do coração, no incorruptível traje de um espírito manso e tranquilo, que és, para que permaneçam as coisas.”

“1 Timóteo: 2. 9. Quero, do mesmo modo, que as mulheres se ataviem com traje decoroso, com modéstia e sobriedade, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos custosos, 10. mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.”

A palavra de Deus não está condenando o uso de enfeites, joias, penteados, etc.. Ela apenas exorta para que isso não seja o que se destaca em nós. Que o que há de melhor em nós, não esteja ligado à aparência, mas que tenhamos um coração voltado para Deus e para Sua obra. Além disso, adverte sobre a modéstia e a sobriedade com que devem se vestir as mulheres que desejam agradar a Deus.

Menina Cristã, não se amolde aos padrões desse mundo. Preocupe-se em agradar e louvar a Deus com a sua  vida. Certifique-se de que suas roupas refletem a mudança que Deus produziu em você. Seja diferente, preserve sua pureza. Não pense que não estará bela por não usar roupas justas ou curtas. Você é bela, moça! Se olhe no espelho… Com sua elegância, seu bom gosto, seu jeito doce. Sua leveza ao caminhar, sua sinceridade no olhar. Uma simplicidade que demonstra o quanto é segura de si. Você não precisa do decote para se impor, para estar bonita. Não se importe com as críticas que ouvirá de garotas que não compreendam seu jeito de ser. Da mesma forma que não deve ofendê-las por suas escolhas, não se sinta ofendida pelas críticas que virão.

“A sensualidade é somente um anúncio público da condição do coração! fuja disso!”
Paul Washer

A nossa feminilidade deve ser composta por um espírito manso, tranquilo e sereno que possa refletir a paz de Cristo em nós. Isso envolve o nosso comportamento, que deve ser moderado:

“Provérbios: 9. 13. A mulher tola é alvoroçadora; é insensata, e não conhece o pudor.”

“Provérbios: 11. 22. Como jóia de ouro em focinho de porca, assim é a mulher formosa que se aparta da discrição.”

Deus não quer dizer para agirmos feito robôs, como alguém que vem com manual de instruções, sem qualquer espontaneidade. De forma alguma. O que Ele espera de nós, é que ajamos de forma discreta, não “alvoroçada”, como alguém que deseje de toda forma chamar a atenção. Um agir ordenado, tranquilo e sóbrio, reflete a paz e a tranquilidade que nos é dada por Cristo. Devemos rogar ao Pai que nos ensine a ser como Ele deseja. Que nos oriente a sermos agradáveis e a darmos testemunho de sua obra. Você não precisa abrir mão de dar boas gargalhadas, de se divertir, de agir naturalmente. Porém, é dever de todo Cristão (não só da mulher), dar um bom testemunho e não escandalizar o evangelho. Veja o que Paulo diz aos Coríntios e aos Filipenses:

“1 Coríntios: 6. 12. Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.”

“Filipenses: 4. 5. Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor”

Moça, não permita que a imoralidade do mundo corrompa suas virtudes. Que você possa esbanjar beleza e feminilidade, através de um testemunho digno da obra que Cristo realizou em você. Que sua aparência seja um reflexo sincero de quem você é, dos seus valores, daquilo que você acredita. Viva a sua vida para louvor do Criador, pensando nas coisas de Deus, se preocupando em agradar àquele que morreu por você numa cruz. Viva sua feminilidade como uma bela flor, plantada num grande jardim.

Por se portar e se vestir de maneira inversa do esperado, se contrapondo ao senso comum que define a mulher moderna, a garota que preserva seu conservadorismo e feminilidade será sim, fortemente criticada pelos que a rodeiam. Será sempre taxada de antiquada e retrógrada, e no pejorativo, os termos puritana e moralista serão constantemente empregados. Porém, não devemos deixar que isso abale nossos princípios, e nos leve a nos afastar daquilo que realmente somos: garotas Cristãs, garotas conservadoras.

Marlene Notelio de Morais

Anúncios

4 comentários sobre “Modéstia e moderação: virtudes de uma garota Cristã

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s